Você que trabalha no ramo imobiliário sabe que o processo até a chegada do “sim” é demorado, exige muitas conversas e visitas, além de jogo de cintura e negociação. Ainda assim, mesmo após todas as tratativas e a negociação fechada verbalmente você precisa ser rápido antes que o inquilino ou comprador mude de ideia.

Por isso, agilizar e facilitar o processo de fechamento de contrato ao cliente pode ser decisivo ao seu negócio e até à sua comissão no final do mês.

Mas como fazer isso em meio a burocracia brasileira onde você precisa enviar o contrato a um fiador, uma testemunha, ao dono do imóvel, voltar a imobiliária, autenticar em cartório e demais “poréns” que sempre aparecem pelo caminho? Como fazer para deixar esse processo mais fácil?

Essa resposta não é nova e já vem simplificando o fechamento de contratos em muitas imobiliárias brasileiras: a assinatura digital.

assinatura digital imobiliaria

Afinal, o que é e como funciona a assinatura digital?

A assinatura digital é um meio eletrônico de autenticação de aceites em contratos e documentos. Essa autenticação se dá através da verificação e guarda de informações digitais desse aceite. Serão essas informações que irão indicar que a assinatura e o contrato são confiáveis e válidos.

Alguns dos dados coletados que dão essa confiabilidade são os registros de data e hora, registros de IP e geolocalização, tokens e chaves de segurança e as informações pessoais como e-mail, data de nascimento e CPF.

Mas com isso meu contrato é mesmo válido judicialmente?

Mesmo sabendo das informações citadas acima ainda ficam algumas dúvidas como: Qual a garantia legal para meus contratos de venda e locação? E quanto a autenticidade da assinatura? É mesmo seguro?

Hoje, além da MP 2.200-2/2001 que cita a validade da assinatura digital, já existem diversos termos de jurisprudência que ratificam a validade legal da assinatura digital em documentos e contratos como sendo de mesma validade da assinatura manuscrita.

Soma-se a isso, a Lei número 8.245/1991 (Lei do Inquilinato) a qual confere aos contratos a flexibilidade do aceite, que pode ser feito tanto de forma escrita quanto verbal ou eletrônica.

Ainda, o Código de Processo Civil, artigo 411, cita quanto a compra e venda que a autoria do documento pode ser comprovada tanto por tabelião quanto por meio eletrônico.

Código de Processo Civil, artigo 411:

“Considera-se autêntico o documento quando:
(…)
I – o tabelião reconhecer a firma do signatário;
II – a autoria estiver identificada por qualquer outro meio legal de certificação, inclusive eletrônico, nos termos da lei;

Ratificando a validade legal da assinatura eletrônica em documentos, sejam eles advocatícios, imobiliários ou qualquer outro. Essa assinatura também confere a autenticidade, sem ser necessária a comprovação da mesma em cartório. O cartório fará a mesma coisa que a assinatura digital, gravar dados que gerem provas do aceite ao documento. O que muda é que, no cartório, essa autenticação é feita pelo seu documento de RG e semelhança de assinatura.

Você pode ler mais sobre a validade da assinatura física vs a digital aqui.

Quanto a segurança do processo, além dos dados já citados anteriormente, o signatário recebem e-mail com token único para a confirmação da posse do mesmo e permitir o acesso ao documento, são gerados cookies de rastreio com fins antifraude. Ademais, todos os documentos passam pela autenticação eletrônica que aplica cifras de bloco SHA256 que geram um código de identificação único chamado de hash que possui presunção absoluta de autenticidade para fins judiciais e permite que qualquer alteração no documento seja constatada.

Como a assinatura digital beneficia minha imobiliária?

O processo de venda ou locação de um imóvel geralmente é demorado e a etapa do “Sim” é importante na hora do fechamento.

Mas imagine um processo manual de assinatura de contrato, onde você deve enviar o documento ao locatário por motoboy ou solicitar a ida dele a sua imobiliária,  tornando-se refém dos horários do seu cliente.

Ainda, após ele fazer a assinatura, precisará enviar a um terceiro, um fiador, testemunha ou banco. Ali perdem-se alguns dias, no mínimo, para que você receba esse contrato de volta. E, por fim, mais um vez, você e até seu cliente se tornam reféns ao ter que autenticar a assinatura em cartório onde, além de precisar ir em horário de funcionamento, vocês terão que se deslocar a pagar uma taxa.

Ufa, depois disso tudo você terá, finalmente, sua venda ou aluguel estabelecidos. Que dor de cabeça, ein!

Agora pense como seria se, ao invés de você ser refém você pudesse ter controle sobre esse processo?

Com uma plataforma de assinaturas digitais isso é possível.

Você envia o documento para assinatura, não importando hora ou local e, em tempo real, seu cliente, bem como os terceiros, recebem esse documento e dão o aceite.

Você ainda poderá controlar e receber avisos sempre que houver uma nova atualização nesse documento e compartilhar ele com os demais setores da sua imobiliária, sem precisar ter que enviar arquivos impressos de um lado ao outro e com toda a guarda desse documento feita online, garantindo maior segurança ao mesmo, já que isso evita avarias, rasuras ou furtos.

Então, como isso beneficia você?

  • Agilidade
  • Diminuição de custos
  • Diminuição no tempo de assinatura de contratos (compra e locação)
  • Facilidade na gestão contratual e gerenciamento das assinaturas
  • Sua empresa ativa em qualquer hora ou lugar (na assinatura de contratos)
  • Redução da papelada
  • Redução de funcionários (devido a papelada)
  • Facilidade ao seu cliente

Como ter uma assinatura digital para minha imobiliária?

Agora que você já conhece a assinatura digital e como se beneficiar dela resta saber como você faz para ter uma, certo?

3 passos simples para ter a assinatura digital da sua imobiliária:

  1. Cadastre-se no Autentique. O cadastro é fácil e rápido, basta preencher os campos e pronto!
  2. Confirme seu e-mail. Vá até o e-mail que você cadastrou, abra o e-mail que enviamos e clique para confirmar a posse do e-mail cadastrado.
  3. Comece a assinar seus documentos. Pronto, agora você já irá para a plataforma e poderá começar a gerar seus documentos e assinar digitalmente.

Você também pode adicionar mais pessoas à sua conta indo no Menu > Configurações > Organização.

Lá você irá adicionar o e-mail das pessoas que terão acesso à sua conta e definir qual a permissão de cada um. A cada novo documento gerado você, como dono da organização, terá acesso.

Agora é só aproveitar as facilidades e a economia que a assinatura digital trará para a sua imobiliária!